Publicado em Deixe um comentário

Perigo dos alimentos industrializados

 

Arruma a mochila das crianças, leva pra escola, vai ao mercado – mas não sem antes checar o que ta faltando na dispensa, faz o almoço, corre pro banco, lembra que tem consulta marcada e não pode perder – não pela terceira vez, volta pra buscar as crianças, começa a preparar o jantar. Já cansada ou cansado, você consegue finalmente sentar durante um ou dois minutos em frente a TV, zapeia um pouco pelos canais e se depara com uma cena mágica de família feliz comendo uma maravilhosa massa. É aquele comercial batido de lasanha congelada, mas dessa vez você começa a assisti-lo de forma diferente, afinal, você não seria a pior mãe do mundo se de vez em quando, jogasse uma lasanha dessas no forno, ou desse uma fritada rápida nos nuggets, já que as crianças não põem fígado na boca por nada!

A gente te entende. É por isso que a matéria de hoje vem falando sobre o perigo dos alimentos industrializados, esses que na correria do dia a dia a gente acaba consumindo de montão. Tudo bem, ninguém disse que você consome todos os dias, ou que você e sua família só “comem comida de caixinha”, mas não custa nada se informar melhor sobre todo o perigo em torno da praticidade que esses produtos oferecem.

Fizemos uma lista de substâncias presentes nesses alimentos, suas funções e seus riscos.

Corantes e Aromatizantes.

Possuem a função de colorir os alimentos e fazerem com que pareçam mais naturais e frescos. Isso faz com que nós, consumidores, aceitemos esses produtos como saudáveis ao invés de limitarmos seu uso. São encontrados em biscoitos, balas, doces e gelatinas, margarinas, sorvetes, sucos de fruta instantâneos, bolos e etc. Estudos indicam que os corantes alimentarem podem despertar sintomas do transtorno de Déficit de atenção, sendo também associado a alergias.

Parecido com os corantes, o aromatizante tem como função passar a sensação, por meio do olfato, que o alimento está fresco, enganando nossos sentidos. Isso faz com que se pareçam com produtos naturais e sejam assim aceitos pelos consumidores. Eles são mais comumente encontrados em carnes enlatadas, sopas, sorvetes, bolos.

Os nitritos e nitrados intensificam o sabor e cor dos produtos. É facilmente encontrado em carnes e derivados, como a mortadela, salsicha, presunto, salame. Consumido em grandes quantidades podem aumentar a formação de nitrosaminas, que possui efeito tóxico ao organismo e  está relacionado a doenças como o câncer.

Conservantes

Sua função é bem simples: evitar que os produtos se deteriorem com o passar do tempo enquanto está armazenado, evitando que fungos e bactérias se proliferem. Eles são identificados nos rótulos pelas siglas P1 e P10.

Os conservantes são encontrados principalmente em sucos, chocolates, queijos fundidos, concentrados de frutas, pães, farinhas, salgadinhos (desses amarelinhos mesmo) conservas de carne e vegetais, entre outros. Eles juntamente com os corantes estão ligados a sintomas de Déficit de atenção, de acordo com a nutricionista Mariane Valpassos.

Nos refrigerantes há o benzonato de sódio, presente no ácido benzoico. A ação dessa substância é antibacteriana, sendo usada em alimentos ácidos. Ele ajuda a proporcionar mais sabor e manter a cor. Ele é liberado pela legislação brasileira, mas seu uso em excesso prejudica o organismo. A combinação de vitamina C com ácido benzoico, em altas temperaturas, podem desenvolver o benzeno, que pra quem não sabe é uma substância cancerígena.

 

Antioxidantes

Parecido com os conservantes, os antioxidantes possuem a função de manter os alimentos em boas condições para ser consumido por longos períodos de tempo. São usados em gorduras e óleos, cerveja, produtos a base de cacau, leite de coco, leite em pó, refresco, margarina, refrigerantes e outros. É um agente cancerígeno!

 

Estabilizantes e Acidulantes

Os acidulantes, cuja função é parecida com a dos aromatizantes, é usado nas bebidas de fruta. Isso porque ela imita o sabor de algumas frutas e apresenta um sabor ácido. No rótulo é identificada com o código H na embalagem. Já os estabilizantes recebem esse nome porque estabilizam as proteínas, mantendo a aparência saudável do produto. Ele pode ser identificado pelas siglas ET1 até ET29.

 

Fiquem atentos com o uso exagerado desses alimentos! Muitas vezes consumimos produtos que nem sabemos como foram feitos. Gostou da matéria? Que tal dar uma sugestão pra próxima?

 

Fonte: http://www.namu.com.br/materias/os-perigos-dos-conservantes-nos-alimentos http://www.nutricaoemfoco.com/alimentos/perigo-dos-alimentos-industrializados/
Publicado em Deixe um comentário

Sopa de Batata-baroa com cenoura

sopa

O fim do verão está chegando, e além das águas de março fechando a estação mais quente do ano, temos também o friozinho gostoso típico dos períodos chuvosos– principalmente pra quem está no Rio! Para quem não sabe, a
batata-baroa (também conhecida como mandioquinha, cenourinha amarela e batata-salsa), originária dos países andinos, ajuda na redução dos níveis de colesterol no sangue, no combate da obesidade e prisão do ventre.

Amada por muitos brasileiros, a raíz também conta com propriedades antioxidantes, anticancerígenas e antifúngica (previnem ou inibem a proliferação dos fungos ou os destrói) e níveis altos de vitaminas C, B, K e E. Para idosos, crianças, doentes e recém operados é perfeita, pois é de fácil digestão.

Sem mais delongas, segue a receita!

Ingredientes:

2 a 3 batatas-baroa – também conhecida como mandioquinha, cenourinha amarela e batata-sala – cortadas em rodelas;

2 cenouras cortadas em rodelas;

200g de frango picadinho;

½ cebola;

500ml de água;

2 colheres de sopa de azeite extra virgem;

Pimenta a gosto – no friozinho pode caprichar!

Sal marinho.

1 colher de sopa de farinha de Chia – para acrescentar nutrientes.

Modo de preparo: Tempere o frango com sal marinho e refogue com a cebola até dourar. Deise reservado. Cozinhe os legumes em água na panela onde o frango foi refogado. Bata no liquidificador com sal, pimenta a gosto e azeite. Leve a sopa novamente para a panela e acrescente o frango em cubinhos. Deixe apurar o sabor e sirva Para finalizar, polvilhe uma colher de sopa de farinha de chia e voilá, ta pronta!

Gostaram? Comentem o que acharam dessa receita. Aceitamos sugestões também!

fontes:http://www.daquidali.com.br/receitas/relembre-as-oito-melhores-receitas-de-sopas-fitness-para-esquentar-o-outono/
http://www.remedio-caseiro.com/os-beneficios-da-mandioquinha/

 

Publicado em 1 comentário

Emagrecimento Saudável

10 dicas para um emagrecimento saudável.

Olá, a partir de hoje vamos iniciar uma série de posts sobre diversos assuntos relacionados à saúde, alimentação e bem-estar. Vamos iniciar esta semana com o tema: Emagrecimento Saudável.

Quando o assunto são gordurinhas extras, muita polêmica vem a mente, receitas milagrosas, remédios fabulosos e no final muito preconceito vem à tona. Uma coisa é certa, gordura em excesso é um risco para a saúde.

No final das contas não adianta se encher de remédios, fazer dietas restritivas, pois o que realmente vai fazer a diferença é a mudança de hábito. Criar o costume de se alimentar com responsabilidade sem abandonar o prazer de comer uma comida saborosa. Sim, você pode comer bem e ter prazer ao se alimentar.

Seguem algumas dicas sobre como emagrecer de forma saudável e fique de olho no nosso Facebook e Instagram para mais dicas e receitas relacionadas ao assunto durante esta semana!

1 – Emagrecimento saudável leva tempo. Não adianta ter pressa, é melhor perder gordura lentamente  de maneira  segura do que perder rapidamente e acabar atraindo outros problemas de saúde ou ficar preso ao efeito sanfona.

2 – Beba muita água. Quanto mais hidratado for o seu corpo, melhor será o funcionamento do seu organismo e consequentemente maior será a perda de gordura e menor retenção de líquido.

3 – Coma mais vezes em menores quantidades. Faça de 5 a 6 refeições por dia em menores quantidades.  Na maioria das vezes nossa fome tem relação com ansiedade, comendo mais vezes em menores porções nosso corpo irá trabalhar mais (melhorando nosso metabolismo) e sentiremos menos fome!

4 – Toda vez que for montar seu prato, tente deixá-lo o mais colorido que puder. Divida seu prato em 3 partes. Cada terço será dividido em: Saladas, proteínas e carboidratos. Varie nas saladas, crie combinações e aproveite.

5 – Você está fazendo regime? NÃO. A palavra regime tem uma conotação negativa, esqueça que existe. Você está apenas comendo de maneira mais consciente!

6 – Coma sempre no mesmo horário. Se organize.

7 – Não deixe de comer o que você gosta. Apenas saiba quando comer e a quantidade. Na dúvida reduza a quantidade pela metade!

8 – Evite se pesar, peso não está necessariamente ligado a perda de gordura!

9 – Corte o máximo de doces e açúcares! Substitua por cereais integrais, como farelo de aveia, fibra de trigo, linhaça, gergelim, dentre outros, em preparações como vitaminas de frutas, iogurtes, sucos de frutas ou até mesmo sobre as próprias frutas. Coma devagar, pois aumenta a sensação de saciedade.

10 – Se movimente! Exercício é essencial para a saúde. Encontre uma atividade que goste e pratique de maneira regular.
Esperamos que essas dicas possam ajudá-los (as) na hora de modificar seus hábitos em direção a uma vida saudável.

 

Equipe Naturelt.

Imagem do sorteio da linha seca barriga.
Sorteio da Linha Seca Barriga