Publicado em

Receita de Panqueca sem Glúten!

Nós da Naturelt gostamos de comer bem e sabemos que você compartilha dessa paixão. Mas as vezes pode ser difícil encontrar aquele prato apetitoso que encha os olhos e que alie saúde e bem-estar sem ter aquela cara de “comida de academia”. Pensando nisso, nós resolvemos voltar a compartilhar com vocês algumas receitinhas maravilhosas que utilizam de ingredientes saudáveis que vão dar adeus as suas vontades de comer doce. E o melhor, sem culpa nenhuma!

Hoje trouxemos uma receita prática e deliciosa para aqueles que são alérgicos ou que estão diminuindo o consumo de glúten. É a panqueca feita com farinha de arroz.

 

Para a receita você vai precisar de:

–  1 Xícara de Farinha de Arroz

–  1 Xícara de Leite

–  1 Ovo

– 1 Colher de sopa de Ghee derretida

– 1 Colher de sopa de fermento em pó

– 1 Colher de chá de açúcar

– 1 Pitada de sal

 

Primeiro misture todos os ingredientes secos e reserve. Em outro recipiente misture os outros ingredientes (leite, ghee derretida e o ovo) preferencialmente com um batedor ou fuê. Junte tudo até que a massa fique homogênea. Unte a frigideira com ghee ou óleo de coco em fogo médio e despeje a mistura. Quando as bolinhas começarem a aparecer, vire a panqueca e deixe por mais 1-2 minutos. E voilá! Lembre-se de untar a frigideira para cada panqueca, se não gruda!

Adicione Mel e pedacinhos de frutas da sua preferência.

 

fonte: https://www.tudoreceitas.com/cozinheiro/2.html
Publicado em

Sopa de Batata-baroa com cenoura

sopa

O fim do verão está chegando, e além das águas de março fechando a estação mais quente do ano, temos também o friozinho gostoso típico dos períodos chuvosos– principalmente pra quem está no Rio! Para quem não sabe, a
batata-baroa (também conhecida como mandioquinha, cenourinha amarela e batata-salsa), originária dos países andinos, ajuda na redução dos níveis de colesterol no sangue, no combate da obesidade e prisão do ventre.

Amada por muitos brasileiros, a raíz também conta com propriedades antioxidantes, anticancerígenas e antifúngica (previnem ou inibem a proliferação dos fungos ou os destrói) e níveis altos de vitaminas C, B, K e E. Para idosos, crianças, doentes e recém operados é perfeita, pois é de fácil digestão.

Sem mais delongas, segue a receita!

Ingredientes:

2 a 3 batatas-baroa – também conhecida como mandioquinha, cenourinha amarela e batata-sala – cortadas em rodelas;

2 cenouras cortadas em rodelas;

200g de frango picadinho;

½ cebola;

500ml de água;

2 colheres de sopa de azeite extra virgem;

Pimenta a gosto – no friozinho pode caprichar!

Sal marinho.

1 colher de sopa de farinha de Chia – para acrescentar nutrientes.

Modo de preparo: Tempere o frango com sal marinho e refogue com a cebola até dourar. Deise reservado. Cozinhe os legumes em água na panela onde o frango foi refogado. Bata no liquidificador com sal, pimenta a gosto e azeite. Leve a sopa novamente para a panela e acrescente o frango em cubinhos. Deixe apurar o sabor e sirva Para finalizar, polvilhe uma colher de sopa de farinha de chia e voilá, ta pronta!

Gostaram? Comentem o que acharam dessa receita. Aceitamos sugestões também!

fontes:http://www.daquidali.com.br/receitas/relembre-as-oito-melhores-receitas-de-sopas-fitness-para-esquentar-o-outono/
http://www.remedio-caseiro.com/os-beneficios-da-mandioquinha/

 

Publicado em

Receita de Tapioca com Linhaça

tapiocalinhaça

Hoje vamos falar do campeão entre os que procuram por reeducação alimentar, para os alérgicos a Glúten ou que simplesmente amam o sabor e versatilidade desse produto 100% nacional, a amada tapioca! Muita gente conhece, mas poucas pessoas conseguem identificar o processo pelo qual ela é feita, embora seja muito simples. Achou que era só comprar a goma e pôr na frigideira? E se eu te contasse que existe uma maneira mais barata que possibilita que você deguste essa iguaria nacional de maneira mais fresca?

Para quem não sabe a goma de mandioca nada mais é que Fécula de Mandioca hidratada. Sendo assim, é muito prático ter a fécula de mandioca, ou polvilho doce, como também é conhecido, estocado em casa, pois diferente da Goma, que após alguns dias na geladeira já não possui um sabor tão fresco, pode ser feito a qualquer momento. Após absorver a umidade da água ela pode ser chamada de goma e fica pronta para o consumo. Logo abaixo mostraremos como você pode transformá-la em goma. Esse amido é rico em valores energéticos, sais minerais, como ferro, cálcio e fósforo, além de vitaminas do complexo b e potássio e tudo isso sem possuir gorduras.
Sem mais delongas, vamos a Receita!

Primeiro passo:

Para hidratar o polvilho, coloque em uma vasilha a quantidade que você precisa, cobrindo com água. Misture um pouco. Se notar que ainda não está muito úmido, coloque mais água. O ideal é que ele fique molhado o suficiente para mexer com uma colher com facilidade. A medida de 1 kg de fécula para 1 litro de água também pode ser usado.
– Deixe descansar por 12 horas. Caso tenha excesso de água, livre-se desse excesso de líquido que ficou por cima da fécula umedecida.
– Após se livrar da água sobressalente, envolva a massa em um pano para secá-la. Pressione para que seja retirado a água da massa.
– Utilize as mãos para ir quebrando a massa até que fique esfarelada.

Segundo passo:

Separe uma frigideira antiaderente, coloque uma pitada de sal, uma colher de chá de linhaça dourada e frite a massa em fogo baixo. Quando notar uma leve fumacinha saindo, a tapioca está pronta.
Terceiro passo:
Recheie da maneira que preferir! Que tal um recheio saudável, que te dê energia pras atividades do dia? O importante é variar. Experimente Ricota com Frango, Ovo mexido com linhaça, creme de avelã, as possibilidades são infinitas.

Dica: Varie também a Linhaça, utilizando Chia e Farelo de aveia. Lembrando que é importante enriquecer a massa da tapioca, já que sua farinha branquinha necessita do acompanhamento de fibras.

fonte:http://saramedeirosnutricionista.blogspot.com.br/2013/12/tapioca-como-fazer.html
Publicado em

Proteína de Soja

header-soja

Olá,

Hoje vamos trazer para você algumas informações sobre a proteína da soja e uma deliciosa receita como sugestão para o consumo dessa Proteína! Aproveitem!

BENEFÍCIOS DA PROTEÍNA DE SOJA

Por ter grande valor biológico, a proteína de soja é absorvida rapidamente pelo organismo, utilizada em todos os processos no organismo que necessitam dos chamados “aminoácidos essenciais”.

A absorção da proteína de soja é relativamente rápida, só um pouco inferior comparada a absorção da Whey Protein, porém muito superior a caseína, já que essa possui um perfil mais lento de absorção, e é usada antes de dormir.

A proteína de soja é uma ótima alternativa para os vegetarianos estritos (que não consomem carnes, leite, ovos e seus derivados), pois além de ser rica em aminoácidos, também fornece vitaminas e minerais.

A soja possui compostos orgânicos, chamados de isoflavonas, com grande poder antioxidante, podendo auxiliar na recuperação muscular, e propriedades anti-cancerígenas.

Estudos apontam os benefícios do consumo da soja, no tratamento do câncer, pois diminui a atividade de células cancerígenas e ajuda a prevenir os cancros da próstata e das mamas. Além disso, os isoflavonas presentes na soja diminuem os sintomas associados com a menopausa como, por exemplo, a redução da intensidade e frequência das ondas subidas de calor, as alterações da pele, unhas, cabelo e secura vaginal

A Proteína Isolada de Soja 90% (PIS) beneficia o organismo de diversas maneiras, sendo indicada para jovens, adultos, idosos e atletas. Muitos países do mundo estudam a soja como um produto capaz de prevenir uma série de doenças, além de reabilitar doentes. Congressos médicos mundiais já incluem a soja em suas pautas de discussões e sinalizam a soja como sinônimo de saúde. Pesquisas do mundo inteiro já confirmaram: as dietas ricas em fibras e com baixos teores de gordura saturada, aliadas a exercícios físicos e a um estilo de vida saudável, podem auxiliar no controle da obesidade e proteger contra doenças cardiovasculares, câncer, osteoporose e diabetes. Na nutrição esportiva, é importante por conter maiores quantidades dos aminoácidos anabólicos: Arginina e Glutamina, além de apresentar grandes quantidades de aminoácidos de cadeia ramificada: BCAA (isoleucina, leucina e Valina). A soja aumenta a massa muscular. Os músculos consomem energia (sob a forma de calorias) para a manutenção diária de seu organismo e durante exercícios. O aumento de massa muscular leva à maior queima de calorias para a manutenção do organismo, mesmo que você não esteja se exercitando. Isto significa que uma maior massa muscular magra contribui tanto para a perda de peso quanto para sua manutenção, mesmo que você não pratique esportes. Dos vinte aminoácidos que o ser humano requer, onze são produzidos pelo nosso corpo. Os outros nove devem ser obtidos pela alimentação. A proteína isolada da soja 90% (PIS) provê todos os noves restantes, sendo uma proteína completa. A Proteína Isolada de Soja 90% é feita a partir de soja não-transgênica, sendo o fabricante detentor da certificação GMO FREE, junto ao Genetic ID, desde 2001. Não contém glúten.

RECEITA

Pizza turbinada
Massa:
· 2 ovos
· 1 colher (sopa) de creme de ricota light
· 2 colheres (sopa) de Proteína de Soja Isolada
· 1 colher (sobremesa) de orégano
Cobertura:
· Molho de tomate
· Queijo branco
· Atum ou frango desfiado
· Orégano e azeite
Modo de preparo: Bata a massa em um prato e despeje em uma frigideira – sem óleo. Doure os dois lados. Em um prato, cubra a massa com a cobertura desejada e regue com azeite.
Aproveite e veja nossa proteína de soja isolada de altíssima qualidade!
Publicado em

Picolé de MATCHA ao Leite

Picolé de Matcha ao Leite

Ingredientes:

  • 1 colher de sopa de matchá
  •  2 xícaras de leite desnatado, de soja ou de amêndoas
  •  1 colher de sopa de mel ou seu adoçante

Preparo:

Misture  o matchá em pó com uma pequena quantidade de água em uma tigela e misture bem para evitar aglomeração. Coloque a mistura do matchá e os outros ingredientes no liquidificador em alta velocidade e bata até ficar homogêneo. Despeje em seu molde de picolé favorito, e congele por 3 a 4 horas ou até que esteja completamente congelado.

 

Aproveite em nosso site o MATCHA DETOX ABACAXI com HORTELÃ e use na receita para dar um gostinho a mais!

Publicado em

Lasanha de Espinafre

Receita de Lasanha de Espinafre

Tempo de preparo: 10 minutos
Nível de preparo: Fácil

Ingredientes

1 xícara de ricota com baixo teor de gordura
¼ de xícara de queijo parmesão ralado na hora
1 ¼ de xícara de queijo mozarela light ralado, dividido
280g de espinafre picado e escorrido
700 ml de molho de tomate
9 lâminas de lasanha sem glúten*
250 ml (1 lata) de extrato de tomate

Modo de preparo

  1. Em uma tigela média, misture a ricota, o queijo parmesão, ¼ de xícara de queijo mozarela e o espinafre.
  2. Espalhe 1 xícara de molho de macarrão no fundo de uma assadeira. Arrume 3 folhas de massa de lasanha lado a lado em cima do molho (pode quebrá-las se for necessário para ajustá-las no espaço).
  3. Espalhe cerca de ⅓ de xícara da mistura de ricota/espinafre em cima da massa. Faça mais uma camada de molho, outra de massa e mais uma da mistura de ricota/espinafre e repita as camadas mais uma vez. Cubra com o restante do molho e também com o extrato de tomate. Polvilhe 1 xícara de queijo mozarela por cima.
  4. Coloque a assadeira no forno e asse de acordo com as instruções da massa.

* Se preferir, você também pode utilizar massa de lasanha integral.

Quantidade

Rende 12 porções de 180 calorias cada

 

fonte: site receita de vida

Publicado em

Receita: Gnocchi de Batata Doce

Receita de Gnocchi de Batata Doce

Para dar continuidade em nossas receitas, recentemente experimentei uma receita de Gnocchi de Batata Doce! Ficou fantástico, tomei a liberdade de modificar a receita e adicionei um mix de farinha sem glúten para substituir a farinha de trigo e o resultado não poderia ter sido melhor.

Ingredientes

  • 2 batatas-doces grandes
  • 400 g mix de farinha sem glúten
  • 1 ovo
  • 50 g de amido de milho
  • 5 g de sal

Modo de Preparo

  • Cozinhar as batatas e espremer;
  • Adicionar o ovo e misturar bem;
  • Juntar o amido de milho e ir colocando a farinha de trigo aos poucos, até não grudar mais nas mãos;
  • Então, enfarinhar a bancada e cortar a massa em pedaços para poder enrolar, com as mãos no sentido do centro para as pontas;
  • Ir espichando a massa sempre rolando, para ficar no formato circular;
    Cortar a massa com o auxílio de uma faca;
  • Se for pra fazer na hora, é só aquecer 1 litro de água para cada 100 g de massa e adicionar 10 g de sal grosso;
  • Deixar ferver e adicionar a massa, assim que a massa subir na água retirar as massinhas com o auxílio de uma escumadeira, e ir colocando em um refratário;
  • Adicionar o molho de sua preferência.

 

Para fazer o mix de farinha é bem simples:

Misture tudo e  pronto!

 

Publicado em

Os Benefícios da Farinha de Banana Verde

Farinha de Banana Verde

A Farinha de Banana Verde liofilizada é feita a partir de um dos alimentos mais completos da natureza, a própria banana-verde ou quando está no ponto de “quase madura” seu processo é industrializado.

A Banana Verde possui excelentes propriedades nutritivas, mas, como é impossível comer a fruta “in natura verde” devido a liga que amarra a boca e ao gosto amargo, pesquisadores nutricionistas descobriram uma forma ideal para a ingestão diária, a Farinha de Banana Verde de maneira que o teor nutritivo permaneceu inalterado.

O que é liofilizado?

A liofilização trabalha congelando o alimento (frutas, ovos, carnes, etc.), depois é encaminhada para a câmara de vácuo e aumento gradativo da temperatura, reduzindo-se deste modo a pressão circunvizinha, o que permite à água congelada no material passar diretamente da fase sólida para a fase gasosa sem passar pela fase líquida (Esse processo só é possível devido ao valor extremamente baixo de pressão que o alimento é submetido, a pressão reduzida em alimentos altera o ponto de vaporização da água contida nele, sendo assim, quanto menor a pressão que um alimento é submetido, a água dentro do alimento, terá também um ponto de vaporização menor, tornando mais fácil o processo de sublimação) – de modo similar àquela que faz com que os cubos de gelo não utilizados encolham em um freezer frost-free – sem entretanto destruir lhe as propriedades nutritivas, pois mantém intactas as paredes celulares que seriam destruídas na evaporação. O índice de água extremamente reduzido que resulta inibe a ação dos microrganismos e das enzimas que normalmente estragam ou degradam a substância.

Quais os benefícios em consumir a Farinha de Banana Verde

A inclusão no cardápio para a preparação de receitas ou usar o produto “in natura na forma da Farinha de Banana Verde”, traz inúmeros benefícios a saúde, a principal é que ajuda a emagrecer pois tem menos calorias e carboidratos, evitando assim, o acúmulo de gordura, também reduz futuros problemas como diabetes, já que evita picos da glicose, além de prolongar a vontade de comer.

Uma das fontes mais poderosas da Farinha de Banana Verde é a substância chamada de amido resistente, responsável em melhorar a imunidade, a digestão e os índices glicêmicos tão importantes para a saúde.

A importância deste amido na forma resistente é que pode ser encontrado em índices que variam de 55 a 93% na Farinha de Banana Verde, isso porque ele é absorvido somente pelo intestino delgado e não no estômago, isso significa que não será liberado glicose no sangue.

Outra das vantagens da Farinha de Banana Verde é que possui menos sacarose, açúcar natural das frutas, por isso não há riscos para adquirir diabetes, é zero em gorduras e as fibras regulam a função dos intestinos, sem falar da sensação de bem-estar que proporciona com a substância liberada a serotonina, além de minimizar nas mulheres os sintomas da TPM.

A Farinha de Banana Verde pode ser incluída no cardápio em até 2 colheres ao dia, (cerca de 30 gramas) ou a critério do nutricionista, e nesta pequena quantidade já tem os seguintes nutrientes:

  • 10% de fibra
  • 8% de fósforo
  • 7% de carboidrato
  • 6% de ferro
  • 5% de cálcio
  • 3% de magnésio
  • 2% de manganês
  • 1% de proteína

Farinha de Banana Verde emagrece mesmo?

Com certeza, incluir a Farinha de Banana Verde na dieta é uma excelente escolha, principalmente pela presença da substância chamada amido resistente, graças a sua ação que age sobre o estômago, a sensação de saciedade é mantida por horas, por isso, é fácil perder os “quilinhos a mais” em pouco tempo.

Outro fato comprovado é que diminui o colesterol visto que osácidos graxos de cadeia curta são responsáveis pela redução da absorção do colesterol no intestino, reduzindo e muito o LDL (colesterol ruim).

A saúde então, fica em dia já que o LDL em excesso pode acumular placas de gordura entupindo as artérias do corpo, iniciando uma aterosclerose, onde infarto ou AVC podem surgir sem aviso.

Como consumir a Farinha de Banana Verde

Você pode escolher entre diversas maneiras, importante é observar que não ultrapasse a ingestão de 2 colheres diárias, ou conforme orientação do nutricionista. Pode ser polvilhada sobre qualquer alimento como frutas, iogurtes sem açúcar, misturada a sucos sem açúcar, sopas, caldos, ou onde a imaginação mandar. Pode polvilhar sobre saladas ou outros alimentos pois o gosto em nada será alterado.

Na hora de fazer pães, tortas ou bolos, pode substituir metade da quantidade da farinha de trigo da receita, pela Farinha de Banana Verde, os pratos continuarão deliciosos, mas, muito nutritivos.

Benefícios

É um alimento saboroso e nutritivo; tem 84% de amido resistente, que é um carboidrato que tem propriedades fisiológicas semelhantes às das fibras.
O amido resistente não é absorvido pelo intestino; quando ele chega ao intestino grosso, é digerido pelas bactérias que ali existem e produzem substâncias que são benéficas tanto no intestino grosso como no nosso organismo em geral, portanto o amido resistente assemelha-se às fibras solúveis (Absorvem água e são fermentadas no intestino grosso).

Por conta disso quando acrescentada à alimentação, proporciona muitos benefícios para o organismo:

  • Efeito prebiótico ( a fibra fermenta no intestino produzindo bactérias benéficas para nosso corpo);
  • Melhora a prisão de ventre.
  • Promove sensação de saciedade e diminui e a fome
  • Evita o aumento de glicose no nosso sangue e como conseqüência, o diabetes;

Torta Salgada com Farinha de Banana Verde

Ingredientes

  • 5 ovos grandes
  • 2/3 xícaras de óleo
  • 3 xícaras de leite
  • 3 colheres (sopa) de queijo ralado
  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 1 xícara de Farinha de Banana Verde
  • sal a gosto
  • 1 1/2 colher (sopa) de fermento em pó

Modo de Preparo

No liquidificador, coloque os ovos, o óleo, o leite e o queijo ralado, bata bem até ficar tudo homogêneo.Junte a farinha de trigo e a Farinha de Banana Verde aos poucos, ligue e desligue o liquidificador até acrescentar as farinhas, por último o fermento e bata só mais um pouco.

Despeje numa assadeira untada e enfarinhada, 1º metade da massa, e por cima o recheio de sua preferência (pode ser refogado de legumes, frango, qualquer recheio menos calórico) despeje o restante da massa por cima.Leve para assar em forno preaquecido a 180ºC por 40 minutos, ou até que esteja levemente corado.

Se preferir pode polvilhar antes de ir ao forno sementes de chia, linhaça ou outra de sua preferência para ficar crocante e ficar mais funcional e nutritiva. Pode servir quente ou fria.Bom apetite!

********

#FIKADICA:

Farinha de Banana Verde da Naturelt!

Publicado em

Panqueca Protéica

Receita de uma deliciosa Panqueca Protéica
  • 100 gramas de batata doce cozida
  • 1 ovo inteiro
  • 2 ou 3  claras
  • canela em pó a gosto (para polvilhar depois pronta)
  • Açúcar demerara a gosto

Bata tudo no liquidificador, exceto a canela. Unte com óleo vegetal uma frigideira antiaderente, e asse a panqueca, vire para assar os dois lados.

Depois de pronta, polvilhe a canela em pó.

Se a sua dieta pedir mais carboidrato, coloque mais batata se pedir mais proteína, você pode acrescentar um scoop de Whey ou mais claras.

Os valores nutricionais abaixo, são para você ter uma idéia, ok?

24 gr de proteína

28gr de carboidrato

Não esqueçam de conferir nosso açúcar demerara!

fonte:http://www.mytaste.com.br/click/index/14842581/
Publicado em

Pão sem glúten caseiro

Pão sem Glúten

INGREDIENTES

2 ovos inteiro
3 colheres de sopa de azeite
1\2 xícara de leite vegetal (soja, arroz, amêndoas)
1\2 xícara de farinha de arroz
1\2 xícara de mix de farinhas sem glúten
1 colher de sopa de farinha de linhaça ou chia
1 colher de sopa de farinha de grão de bico ou berinjela
Utilizar ervas ou temperos a sua escolha: tomilho, orégano, alecrim
1 colher de sopa de açúcar demerara
1 colher de chá de sal
2 colheres de chá de fermento químico para bolo

Modo de preparo:
– Bata com fouet (ou batedeira caso prefira) os ingredientes líquidos rapidamente.
– Acrescente os secos e bata até obter uma massa bem leve e homogênea.
– Junte o fermento químico por último.
– Unte a forma de pão com azeite, óleo de coco ou de girassol. Caso prefira, polvilhe sementes de abobora sem casca, ou de girassol e pincele gema em cima da massa.
– Pré-aqueça o forno a 180 graus. Asse por 25 minutos aproximadamente.

 

Aproveite e confira  nossos produtos sem glúten com preços especiais!