Shopping Cart

Cloreto de magnésio PA para que serve?

  1. Melhorar o desempenho físico, porque é importante para a contração muscular;
  2. Prevenir a osteoporose, porque ajuda a produzir hormônios que aumentam a formação do osso;
  3. Ajudar a controlar a diabetes, porque regula o transporte do açúcar;
  4. Diminuir o risco de doença cardíaca, pois diminui o acúmulo de placas de gordura nos vasos sanguíneos;
  5. Aliviar a azia e a má digestão, especialmente quando usado na forma de hidróxido de magnésio;
  6. Controlar a pressão arterial, especialmente em mulheres grávidas com risco de eclâmpsia.

Quem pode e quem não pode tomar Cloreto de magnésio ?

O Cloreto de Magnésio PA não deve ser usado em casos de insuficiência renal severa, miastenia grave (doença autoimune) ou no quadro de disfunção digestiva severa.

Por se tratar de um suplemento, pode ser consumido por crianças e adultos.

Quanto tempo pode tomar Cloreto de magnésio PA?

Os benefícios da suplementação de magnésio podem ser obtidos logo após os primeiros dias de uso. Mas, para isso, é importante estar atento às suas necessidades individuais e acertar sua dose diária. Segundo a ANVISA, a Recomendação de Ingestão Diária (IDR) para os adultos é de 260 mg/dia.

Principais alimentos que possuem Magnésio:

O magnésio é encontrado naturalmente em alimentos como sementes de abóbora e de girassol, oleaginosas (como as castanhas, amêndoas, nozes) e verduras verde-escuro (como o espinafre, agrião e couve), cereais integrais e chocolate amargo. A recomendação da ANVISA sobre a ingestão diária de magnésio para os adultos é de 260 mg ao dia1. Contudo, os adultos podem consumir até 350 mg de magnésio diariamente2.

Nos últimos anos, tem-se observado redução na ingestão dietética de magnésio, principalmente em países ocidentais, nos quais o consumo de alimentos processados é crescente. Esses alimentos contêm menor quantidade do mineral quando comparados com grãos integrais, o que compromete sua ingestão adequada e expõe os indivíduos ao risco aumentado para o desenvolvimento de doenças crônicas3.

Vale ressaltar que Monteiro e Vannucchi4 ao analisarem estudos realizados no Brasil, observaram que a ingestão média de magnésio da população brasileira adulta era de 161,9 ± 101,3 mg ao dia, valor inferior às recomendações de magnésio já mencionadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir Chat
Precisa de Ajuda?
Olá 👋
Podemos te ajudar?